Todos os distritos de Portugal continental estão sob aviso amarelo devido ao tempo quente, 12 deles também por causa da trovoada, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera. O risco máximo, muito elevado e elevado de incêndio mantêm-se esta terça-feira por todo o país, num dia com condições para trovoadas e vento forte.

O aviso de trovoada destina-se aos distritos de Bragança, Viseu, Évora, Guarda, Vila Real, Setúbal, Portalegre, Beja, Lisboa, Leiria, Santarém e Castelo Branco e vigorará até às 00h00 de quarta-feira.

O aviso para o tempo quente, para todos os distritos, mantém-se até ao início da noite desta terça-feira. O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), estão em risco máximo de incêndio mais de uma centena de 60 municípios do interior Norte e Centro, em especial nos distritos de Bragança, Vila Real, Aveiro, Coimbra, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Leiria, Santarém e Faro

O IPMA colocou em risco muito elevado e elevado de incêndio quase todos os restantes concelhos de norte a sul do país, à exceção de cerca de 20 municípios do litoral nos distritos de Lisboa, Setúbal, Coimbra, Braga, Porto e Aveiro.

O risco de incêndio, que se manterá elevado nos próximos dias, é determinado pelo IPMA e tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Quanto à radiação ultravioleta, apenas os distritos de Coimbra e Castelo Branco, com nível elevado, escapam ao risco muito elevado que apresenta o resto do país. Nestas situações é aconselhada a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar, e que se evite a exposição das crianças ao sol.