Será um dos resultados mais expressivos, de entre os estudos serológicos que têm sido feitos em todo o mundo, para determinar que percentagem da população já foi exposta ao novo coronavírus e desenvolveu anticorpos contra ele: cerca de 23% da população do estado de Deli, revelou esta terça-feira o Centro Nacional para o Controlo de Doenças da Índia, já esteve infetada com o SARS-CoV-2.

Ao todo, detalha a Associated Press, foram testadas 21.387 pessoas, escolhidas de forma aleatória de entre os 29 milhões de habitantes do estado, onde fica Nova Deli, a capital indiana.

Apesar de até ao momento terem sido registados oficialmente 123.747 casos de infeção na região (3.633 deles fatais), a principal conclusão a retirar deste estudo, disse Sujeet Kumar Singh, responsável pelo organismo, é a de que os números reais na pandemia serão afinal muito mais elevados.

6,6 milhões de casos de infeção, a maior parte deles não detetados ou identificados, é o valor para que aponta o estudo — apenas no estado de Deli. E, de acordo com Jayaprakash Muliyil, epidemiologista parte da equipa de conselheiros do governo indiano para a gestão da pandemia, pode até pecar por defeito: “É preciso olhar para os vários grupos diferentes”, alertou, explicando que os resultados revelados representam uma média, pelo que a percentagem real de infeções deverá ser bastante mais elevada em algumas zonas, nomeadamente nos bairros de lata.

As análises efetuadas, entre os dias 27 de junho e 10 de julho, revelaram que 23,48% das pessoas testadas tinham anticorpos para o novo coronavírus. A estimativa final do Centro Nacional para o Controlo de Doenças, ajustada aos valores expectáveis de falsos negativos e positivos, fixou-se nos 22,86%.

Ambos os valores são consideravelmente mais elevados do que os detetados no início do mês em Espanha, onde um estudo publicado na conceituada Lancet fixou nos 5,2 a percentagem da população com imunidade para a Covid-19 e apontou para a possibilidade de os anticorpos desenvolvidos para lutar contra a doença desaparecerem ao fim de apenas algumas semanas.

Estudo da Lancet. Imunidade de grupo é missão quase impossível, a não ser que se aceitem os efeitos colaterais (e mesmo assim, será difícil)

Desde o início da pandemia, de acordo com o site Worldometers, Espanha já registou 313.274 casos de infeção, 28.424 deles fatais. A Índia, que em população só perde para a China, é já o terceiro país mais afetado pela Covid-19 em todo o mundo, a seguir a Estados Unidos e Brasil. Tem mais de um milhão de casos de infeção confirmados (1.194.888) e 28.771 óbitos declarados, só mais 347 do que Espanha. Especialistas citados pela AP receiam de que o número de baixas provocadas pela pandemia não esteja a ser devidamente contabilizado.