O ouro, um dos bens considerados de refúgio em tempos de incerteza, amplia os aumentos na sessão desta quinta-feira, ao subir para 1.883 dólares a onça, valor próximo dos máximos históricos atingidos há nove anos.

Às 8h30 TMG (9:30 de Lisboa), a onça de ouro subiu 0,98% para 1.883,65 dólares. O ouro atingiu o seu nível mais alto em 2011, quando subiu para 1.900 dólares.

Nas últimas sessões, este ativo considerado um refúgio pelos investidores está a seguir uma tendência ascendente como resultado da incerteza gerada no mercado pelo aumento dos casos de Covid-19 em todo o mundo e as suas consequências económicas, bem como pelas crescentes tensões entre os Estados Unidos e a China.

O encerramento do consulado chinês em Houston, no Texas, ordenado por Washington, foi fortemente criticado pela China, que ameaçou com represálias.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR