O presidente do PS/Açores, Vasco Cordeiro, assegurou este sábado que o partido está com trabalho “muito adiantado” de preparação para a campanha eleitoral deste ano, que terá alterações “bem profundas” face ao contexto de pandemia.

“Este trabalho já está em curso e em muito adiantado estado. Não ignoramos aquilo que as circunstâncias exigem, aquele que é o interesse dos Açores: de mantermos uma atuação e uma conduta nestas eleições que seja um fator de salvaguarda da saúde pública”, considerou Vasco Cordeiro.

O socialista é presidente do Governo Regional dos Açores desde 2012 e candidata-se este ano a um terceiro mandato: as eleições não estão ainda marcadas pelo Presidente da República mas devem acontecer na segunda metade de outubro.

A campanha, reconhece Vasco Cordeiro, “algumas alterações e algumas delas bem profundas”, motivadas pela-covid-19, e “a seu tempo” o PS promete tornar público “tudo aquilo que tem a ver com a forma” como se pretende levar a “mensagem de resiliência” do partido aos açorianos.

“Estamos a atravessar um momento muito desafiante. (…) Estamos na linha da frente desse combate, de levar os Açores para a frente, com todos os cuidados e bem conscientes daquilo que a situação atual significa para muitas famílias e empresas açorianas”, prossegui o dirigente do PS, reiterando confiança no ultrapassar com sucesso da pandemia de covid-19.

Vasco Cordeiro recebeu este sábado na sede do PS/Açores de Ponta Delgada os contributos da Juventude Socialista (JS) açoriana para o programa eleitoral do partido.

O chefe dos socialistas açorianos destacou a mais-valia que é “transformar essa participação” em “propostas concretas”, valorizando três “aspetos e prioridades” do contributo dos jovens.

Primeiro, a “aposta na digitalização, quer no âmbito da educação quer noutros setores da sociedade”, depois a “autonomização da juventude, o ganhar independência, por via das questões relativas ao emprego e habitação”, e por fim a sustentabilidade.

“A nossa responsabilidade não é retirar o máximo benefício da nossa terra, é cuidá-la para passar à geração seguinte, fazendo dela um fator que ajude ao nosso desenvolvimento”, declarou Vasco Cordeiro.

O presidente da JS/Açores, Vilson Gomes, sublinhou a importância deste dia, de entrega ao presidente do PS/Açores de propostas com “contributos de jovens das nove ilhas” da região.