Duas baleias-corcundas (mãe e cria) surpreenderam este domingo banhistas e surfistas numa praia em Sydney, na Austrália, ao fazerem uma raríssima aproximação à costa, ficando a escassos metros de quem se encontrava a nadar no mar.

De acordo com a edição australiana do The Guardian, que falou com um dos surfistas que rodearam os animais, não seria expectável ver baleias bebés tão cedo no ano em Sydney, uma vez que entre abril e julho é o período em que as baleias-corcundas migram da Antártida até às águas mais quentes a norte da Austrália para darem à luz, voltando mais tarde ao pólo Sul acompanhadas das crias.

Segundo as descrições dadas por quem esteve presente no local, foi a cria que se aproximou primeiro da costa, causando algum alvoroço entre os surfistas. Logo atrás da cria veio a mãe. “Às vezes vêem-se baleias mais ao longe, mas esta veio mesmo para onde as pessoas estavam nas pranchas”, disse um dos surfistas.

Inicialmente, os surfistas pensaram que a jovem baleia tinha sido apanhada por uma rede como as que são habitualmente colocadas nas praias daquela região para evitar a aproximação dos tubarões. Porém, quando os surfistas se aproximaram dos animais, perceberam que não foi isso que aconteceu.

A observação de baleias-corcundas a caminho da Antártida com as crias é uma das principais atrações turísticas da costa leste da Austrália, mas um estudo recente citado pelo The Guardian mostra que as baleias têm registado cada vez mais problemas de saúde na viagem de regresso ao pólo Sul.