A Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real deteve um homem de 61 anos suspeito de ter ateado um incêndio numa área florestal em Bilhó, concelho de Mondim de Basto, anunciou esta terça-feira aquela força policial.

Em comunicado, a PJ referiu que o detido está “fortemente indiciado” pela prática do crime de incêndio florestal, que ocorreu no dia 29 de julho e consumiu área de mancha florestal, constituída, maioritariamente, por mato e carvalhos.

O fogo, de acordo com aquela polícia, “colocou em perigo uma vasta mancha florestal e agrícola, bem como várias habitações, de valor consideravelmente elevado, que apenas não foram consumidas devido à rápida intervenção dos sapadores florestais, bombeiros e um meio aéreo”.

O detido, sem ocupação laboral, vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação. A detenção foi efetuada pelo do Departamento de Investigação Criminal de Vila Real, que contou com a colaboração dos militares do posto da GNR de Mondim de Basto.