Dois cidadãos estrangeiros foram detidos no Aeroporto de Lisboa por uso de documentos fraudulentos, anunciou esta sexta-feira o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Segundo uma nota do SEF enviada às redações, um dos passageiros, de 22 anos, foi intercetado quando se preparava para embarcar para Düsseldorf, na Alemanha, com um documento alheio (bilhete de identidade da Alemanha) e uma outra passageira, de 25 anos, foi detetada no controlo de fronteira quando pretendia seguir para Toronto, no Canadá, “fazendo uso de um documento falsificado”, neste caso o título de residência permanente do Canadá.

Os cidadãos, detidos na quarta-feira, foram presentes a Tribunal na quinta-feira para aplicação das medidas de coação, que não foram divulgadas pelo SEF.

O SEF adianta que na quinta-feira foi intercetada no Aeroporto Humberto Delgado (Lisboa), uma cidadã em cumprimento de mandado de detenção, quando esta pretendia viajar para Luton (Inglaterra) e que foi levada para o Estabelecimento Prisional de Tires, para cumprimento de 18 meses de pena de prisão efetiva, por crime de tráfico de droga.