O interior do Norte e Centro de Portugal continental está esta sexta-feira em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto do Mar e da Atmosfera, no segundo e último dia da situação de alerta decretada pelo Governo. No entanto, prevê-se para esta sexta-feira uma pequena descida da temperatura.

A situação de alerta em todo o território continental vigora até ao final do dia desta sexta-feira e surgiu na sequência da ativação do estado de alerta especial de nível vermelho para os distritos de Bragança, Guarda, Vila Real, Beja, Castelo Branco, Faro e Viseu. Em alerta especial de nível laranja estão os distritos de Aveiro, Braga, Coimbra, Évora, Leiria, Portalegre, Porto, Santarém e Viana do Castelo e em nível amarelo os de Lisboa e Setúbal.

Governo declara situação de alerta durante dois dias devido a risco de incêndios. Temperaturas vão rondar os 40 graus no interior

Quanto ao risco de incêndio definido pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), é esta sexta-feira máximo em quase uma centena de concelhos dos distritos de Braga, Porto, Viana do Castelo, Bragança, Guarda, Castelo Branco, Viseu, Coimbra, Santarém e Portalegre.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em risco muito elevado estão cerca de 60 municípios dos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Viseu, Coimbra, Aveiro, Coimbra, Leiria, Santarém, Castelo Branco, Portalegre e Faro. Já em risco elevado de incêndio o IPMA colocou quase toda a região do Alentejo e parte do Algarve, assim como cerca de três dezenas de concelhos nos distritos de Lisboa, Santarém, Leiria, Aveiro, Viseu, Porto e Viana do Castelo.

O IPMA prevê para esta sexta-feira uma pequena descida da temperatura máxima e nebulosidade na faixa costeira. As temperaturas máximas vão variar entre os 23º (Porto e Aveiro) e os 37º (Bragança, Castelo Branco e Évora) e as mínimas entre os 15º (Braga) e os 22º (Portalegre e Faro).