O novo filme do realizador português Miguel Gomes, intitulado “Selvajaria”, recebeu o prémio especial do júri no programa “The Films After Tomorrow” do Festival de Cinema de Locarno, na Suíça, anunciou esta sexta-feira a organização.

O filme, uma coprodução entre Portugal, França, Brasil, China e Grécia, é uma adaptação livre da obra literária brasileira “Os Sertões”, de Euclides da Cunha, “dando conta da obscura guerra que teve lugar na Bahia no ano de 1897”, refere a produtora O Som e a Fúria.

O júri, que atribuiu esta distinção no valor de 50 mil francos suíços (46.511 euros), foi composto por Nadav Lapid, Lemohang Jeremiah Mosese e Kelly Reichardt.

O programa “The Films After Tomorrow” (“Os Filmes Depois de Amanhã”) pretendeu apoiar “realizadores que foram forçados a parar de trabalhar por causa da pandemia”, com um júri a atribuir prémios aos melhores projetos.

Além de “Selvajaria”, também o novo filme do argentino Lisandro Alonso, que conta com coprodução portuguesa, recebeu um prémio de 3.000 francos suíços (2.790 euros).