Um habitante do Texas, ao volante de um Mitsubishi Lancer, cometeu uma série de atrocidades que prometem sair-lhe caro. Pelo menos, esta é a opinião da polícia local, que o acusou de conduzir um automóvel com “capacidade diminuída”, sinónimo de estar sob a influência de álcool ou de drogas. Mas, pelo hastag #DontDrinkAndDrive, tudo leva a crer que o condutor estava bêbado.

O homem abusou do acelerador ou da falta de jeito e perdeu o controlo do veículo. Após um curto exercício de guina para a esquerda e, de seguida, para a direita, despistou-se, partiu um pequeno muro e derrubou a vedação do jardim, antes de ter acesso à piscina, onde “estacionou” na parte mais funda.

O dono da casa chamou prontamente as autoridades, que encontraram o condutor longe das condições ideais para operar um veículo automóvel e prenderam-no por “conduzir sob influência” de álcool ou drogas, sem que nenhuma das opções o livre da cadeia.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Certo é que o Mitsubishi vai necessitar de algum tempo até estar completamente seco por dentro e ainda de mais tempo até que desapareça o cheiro a mofo.

A bóia amarela em forma de patinho que se pode ver na foto saiu ilesa do incidente, mas já o mesmo não se pode dizer de tudo o resto, de acordo com as imagens reunidas pela polícia.