Quatro homens foram detidos por suspeita da prática do crime de tráfico de droga, anunciou este domingo a PSP, que apreendeu uma “quantidade expressiva de estupefacientes” aos homens, já em prisão preventiva.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP explica que as detenções aconteceram na quarta-feira depois de “uma indicação que apontava no sentido de estar a decorrer um transporte de uma quantidade avultada de estupefacientes”.

Por esse motivo, a PSP refere ter sido montado “um dispositivo de investigação tendente a confirmar essa notícia e precipitar uma intervenção operacional”.

De acordo com as autoridades, a informação dava conta de que o transporte seria encabeçado “por um grupo de suspeitos que desde há algum tempo tem vindo a dedicar-se ao fornecimento de liamba por toda a área metropolitana de Lisboa”.

Graças à colaboração de unidades de trânsito da GNR, foram localizadas duas viaturas suspeitas e, após abordagem policial, foram intercetados os quatro suspeitos, que foram detidos na posse de uma “quantidade expressiva de estupefaciente”.

A PSP apreendeu 24 quilos de liamba, 50 doses de haxixe, 33 doses de ecstasy, duas viaturas de alta cilindrada, além de 8.825 euros presumivelmente obtidos da venda de estupefaciente, além de outros objetos relacionados com o depósito e acondicionamento do estupefaciente.

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial sendo-lhes aplicada a todos a medida de coação mais gravosa: prisão preventiva.

No comunicado, a PSP refere que terá desmantelado a rede que se vinha a dedicar, nos últimos tempos, a abastecer a cidade de Lisboa com parte desta tipologia de estupefaciente, que em mercado valeria cerca de 40.000 euros.