Mais dois idosos do Lar de Nossa Senhora da Luz, no concelho de Torres Vedras, onde se regista um foco de Covid-19, morreram vítimas da doença, indicou esta segunda-feira aquela instituição num comunicado. De acordo com o lar, trata-se de uma mulher de 88 anos e de um homem de 87 que se encontravam hospitalizados.

O surto no Lar de Nossa Senhora da Luz foi detetado no dia 3 de agosto e havia já a registar a morte de um idoso de 93 anos, que se encontrava hospitalizado e que tinha outras morbilidades associadas. O número de casos confirmados de Covid-19 no Lar de Nossa Senhora da Luz tinha subido para 87, no sábado.

De acordo com um comunicado da direção do lar divulgado esta segunda-feira, a idosa que morreu agora encontrava-se “muito fragilizada”. Relativamente ao idoso, segundo a direção do lar, tinha feito o percurso pelas respostas sociais do Centro Social Paroquial Nossa Senhora da Luz, “serviço de apoio domiciliário, centro de dia e lar”.

Na nota é ainda referido que, entre as pessoas a quem são prestados cuidados por este centro social e paroquial, a maioria com mais de 80 anos (19 com menos de 80 anos, 21 entre os 80 e os 84, 24 com idades entre os 85 e os 89 e 12 pessoas com mais de 90 anos), “muitos têm muitas debilidades que naturalmente os deixam mais fragilizados”.

Anteriormente, a direção da instituição tinha indicado que, entre os 87 casos confirmados de Covid-19, havia “cerca de 30 pessoas hospitalizadas” por necessitarem de cuidados médicos.

Segundo o boletim epidemiológico do concelho de Torres Vedras, divulgado esta segunda-feira pela Câmara Municipal, “o cluster de Covid-19 localizado no Lar de Nossa Senhora da Luz, em Paradas, na União das Freguesias de A dos Cunhados e Maceira, conta com 87 casos ativos de infeção por SARS-CoV-2″.

Do total de casos ativos, é ainda referido, “80 casos correspondem à União das Freguesias de A dos Cunhados e Maceira, dois à freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães e dois à freguesia de Silveira”, enquanto outros três casos identificados naquela instituição pertencem ao concelho de Lourinhã.

As 30 pessoas internadas estavam distribuídas pelos hospitais de Torres Vedras, Abrantes e Santa Maria (em Lisboa), segundo informações divulgadas no final da semana passada pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O surto levou a que fossem efetuados testes aos 80 residentes e 78 funcionários do lar.