O Volkswagen ID.3 estabeleceu o seu primeiro recorde de autonomia ao efectuar a ligação de de Zwickau, na Alemanha, a Schaffhausen, na Suíça, com uma única carga. O percurso de 531 km, sem paragens para recarregar, supera em mais de 100 km a homologação do ID.3 1st Pro Performance em WLTP, protocolo segundo o qual o modelo usado nesta prova de hypermiling homologou 420 km de autonomia.

Com uma bateria de 58 kWh, o hatchback eléctrico provou assim que, adoptando uma condução que maximiza a eficiência e minimiza o consumo, é possível estender a autonomia em até 26%, ganho alcançado nesta viagem graças às técnicas de Felix Egolf, suíço que é especialista neste tipo de desafios. Recorde-se que, há relativamente pouco tempo, também a Hyundai recorreu a três Kauai EV para estabelecer um novo recorde de autonomia.

Só que, no caso do fabricante sul-coreano, as unidades em prova limitaram-se a uma utilização em circuito, com todos os sistemas que consomem energia desligados (ar condicionado e infoentretenimento), excepção feita para as luzes diurnas. E a impressionante marca de 1026 km – atendendo a que o crossover anuncia 484 km com o pack de baterias de 64 kWh – foi obtida a uma velocidade média de 30 km/h.

Hyundai Kauai Electric supera 1000 km de autonomia em maratona

A Volkswagen não foi tão longe, mas o ID.3 cumpriu um trajecto misto – 44% em auto-estrada e 56% em estradas secundárias – a uma velocidade média superior, de 56 km/h. Um ritmo que não se compadece com o vulgar padrão de utilização de um eléctrico, excepto se este se limitar a deslocações citadinas, e que explica que a ligação da Alemanha à Suíça tenha demorado nove horas. Nesse tempo, o hypermiler cumpriu o desafio recorrendo parcial ou permanentemente à navegação, rádio, ar condicionado, bem como as luzes diurnas – tudo equipamentos que consomem energia e que, como tal, beliscam a autonomia. Com a agravante de que, para registar a proeza em vídeo, a carga foi incrementada em cerca de 250 kg.

Findo o percurso, o consumo de energia registado foi de 10,9 kWh/100 km quando as medições em WLTP apontam para uma média de 15,4-14,5 kWh/100 km.