Um homem de 62 anos foi detido na Figueira da Foz pela alegada prática do crime de violência doméstica, informou esta quinta-feira o Comando Distrital de Coimbra da PSP.

Na quarta-feira, ao terem “conhecimento de que a vítima se encontrava na sua residência fechada numa divisão, para se proteger do agressor, e que temia pela sua integridade física, de imediato os agentes se deslocaram para o local”, refere a polícia em comunicado.

“Após contacto com a denunciante, uma mulher de 64 anos”, através de uma janela da habitação, a vítima “informou que o marido momentos antes a tinha injuriado e ameaçado com recurso a armas brancas”.

Já referenciado pela PSP “pela prática do crime em apreço”, o agressor, que se encontrava fechado na residência, “não colaborou com a entrada dos agentes, denotando uma atitude de agressividade e com diversas injúrias, dizendo que só abria a porta depois de levar a cabo os seus intentos contra a mulher”.

Os agentes tiveram de arrombar a porta, tendo o homem “oferecido resistência à entrada”.

“No momento em que lhe foi dada voz de detenção, este, com intuito de obstar que a missão policial fosse concretizada, ofereceu bastante resistência física”, segundo a nota.

O homem tinha na sua posse duas facas de cozinha, com 15 e 16 centímetros de lâmina, que foram apreendidas.

Foi depois presente à autoridade judicial competente, não sendo ainda conhecidas as medidas de coação aplicadas, de acordo com o Núcleo de Imprensa e Relações Públicas da PSP de Coimbra.