A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 25 anos, suspeito da autoria de um incêndio em edifício habitacional, no concelho de Barcelos, distrito de Braga, num quadro de violência doméstica, foi esta sexta-feira anunciado.

“O detido atuou num quadro de violência doméstica e, através de chama direta, terá ateado fogo ao interior de duas divisões da habitação dos seus progenitores, onde residia, após um desentendimento com os mesmos. Com tal conduta, criou perigo para a sua própria vida, para a vida de terceiros, e colocou em risco bens patrimoniais de elevado valor”, explica a PJ, em comunicado.

O crime ocorreu a 9 de agosto numa freguesia do concelho de Barcelos e a detenção, levada a cabo pelo Departamento de Investigação Criminal de Braga, aconteceu na quinta-feira.

Durante as diligências, os inspetores da PJ aprenderam produto estupefaciente “que o arguido plantou e se determinou ser canábis”.

O arguido será presente às autoridades judiciárias competentes, para interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.