À entrada para o sorteio desta terça-feira, o Sporting sabia desde logo que beneficiava do estatuto de cabeça de série na terceira pré-eliminatória de acesso à Liga Europa: ou seja, que estava fora da rota de colisão com as equipas teoricamente mais complicadas de enfrentar, como o PSV. Ao terminarem no quarto lugar da Primeira Liga na temporada passada, cedendo a terceira posição e o acesso direto à fase de grupos da Liga Europa ao Sp. Braga, os leões estão obrigados a ultrapassar duas etapas para chegar ao quadro final da prova. E o primeiro obstáculo foi conhecido esta terça-feira, com o Sporting de Rúben Amorim a encontrar o vencedor da partida entre o Viking da Noruega e o Aberdeen da Escócia no dia 24 de setembro, numa terceira pré-eliminatória disputada em apenas um jogo em Alvalade.

Com esse estatuto de cabeça de série no Grupo 1, o Sporting poderia ainda ter sido emparelhado com o Nomme Kalju (Estónia), o Mura (Eslovénia), o Aarhus (Dinamarca) ou o Lokomotiva Zagreb (Croácia). Em caso de vitória perante noruegueses ou escoceses, os leões prosseguem para o playofftambém disputado a uma mão e a última etapa antes da fase de grupos da Liga Europa, agendado para o dia 1 de outubro.

Também decidido no sorteio desta terça-feira, em Nyon, ficou o adversário do Rio Ave nesta mesma terceira pré-eliminatória — sendo que a equipa de Mário Silva, que substituiu Carlos Carvalhal no comando dos vilacondenses, tem ainda de eliminar os bósnios do Borac Banja Luka na segunda pré-eliminatória, no próximo dia 17 de setembro na Bósnia. Em cenário de passagem à próxima fase e depois de um sorteio em que acabou por ficar com a equipa menos desejada, o Rio Ave vai então ter de voltar a viajar para defrontar o Besiktas na Turquia, que caiu para a Liga Europa depois de eliminado pelo PAOK na segunda pré-eliminatória da Liga dos Campeões. Destaque ainda para o Tottenham de José Mourinho, que caso elimine os búlgaros do Lokomotiv Plovdiv na segunda pré-eliminatória vai encontrar o Botoșani (Roménia) ou o Shkëndija (Macedónia) na terceira.

O jogo europeu do Sporting com o Viking ou o Aberdeen vai intrometer-se entre as duas primeiras jornadas da Primeira Liga: os leões arrancam o Campeonato em Alvalade com o Gil Vicente (partida marcada para dia 20 mas ainda por definir) e deslocam-se depois a Paços de Ferreira no dia 27. Já o Rio Ave, que realiza o primeiro jogo oficial da temporada contra o Borac Banja Luka, começa a Liga em Tondela e recebe depois o V. Guimarães.

Rio Ave viaja até à Bósnia na segunda pré-eliminatória da Liga Europa, Tottenham de Mourinho joga na Bulgária

O Viking, da Noruega, terminou a edição passada da liga norueguesa no terceiro lugar, a cinco pontos do campeão Rosenborg, que ganhou o campeonato com os mesmos pontos do Odd. Em caso de confronto com o Sporting, este não será o primeiro encontro entre as duas equipas, sendo que a história é de má memória para os leões: na época 1999/00, há 20 anos, o Viking eliminou o Sporting na primeira ronda da Taça UEFA, numa derrota que culminou com o despedimento de Giuseppe Materazzi, substituído depois por Augusto Inácio. Já o Aberdeen acabou no quarto lugar da liga escocesa, que terminou de forma prematura e administrativa devido à pandemia, com o Celtic a sagrar-se campeão nacional. Quanto ao Besiktas, que pode ser o adversário do Rio Ave em caso de vitória da equipa de Mário Silva na Bósnia, ficou na terceira posição do campeonato turco, atrás do campeão Basaksehir e do Trabzonspor.

No sorteio desta terça-feira, e entre as dezenas de jogos sorteados nesta terceira pré-eliminatória, destacam-se principalmente os seguintes:

  • Riga (Letónia)/Tre Fiori (San Marino)-Celtic (Escócia)
  • Nomme Kalju (Estónia)/Mura (Eslovénia)/Aarhus (Dinamarca)-PSV Eindhoven (Holanda)
  • Ventspils (Letónia)/Rosenborg (Noruega)-Alanyaspor (Turquia)
  • Kukës (Albânia)/Wolfsburgo (Alemanha)-Desna Chernihiv (Ucrânia)
  • Hibernians (Malta)/Fehérvár (Hungria)-Servette (Suíça)/Reims (França)
  • Teuta (Albânia)/Granada (Espanha)-Locomotiv Tbilisi (Geórgia)/Dínamo Moscovo (Rússia)
  • St Gallen (Suíça)-AEK (Grécia)
  • LASK (Áustria)-Dunajská Streda (Eslováquia)/Jablonec (República Checa)
  • Shamrock Rovers (Irlanda)/AC Milan (Itália)-Bodø/Glimt (Noruega)/Žalgiris Vilnius (Lituânia)
  • Botoşani (Roménia)/Shkëndija (Macedónia)/Lokomotiv Plovdiv (Bulgária)/Tottenham (Inglaterra)
  • Bala Town (País de Gales)/Standard Liège (Bélgica)-Vojvodina (Sérvia)
  • Progrès (Luxemburgo)/Willem II (Holanda)-Lincoln Red Imps (Gibraltar)/Glasgow Rangers (Escócia)
  • OFI Crete (Grécia)/Apollon Limassol (Chipre)-Hammarby (Suécia)/Lech Poznań (Polónia)
  • IFK Göteborg (Suécia)/Copenhaga (Dinamarca)-Piast Gliwice (Polónia)/Hartberg (Áustria)
  • Osijek (Croácia)/Basileia (Suíça)-Anorthosis (Chipre)
  • Neftçi (Azerbaijão)/Galatasaray (Turquia)-Renova (Macedónia)/Hadjuk Split (Croácia)
  • CSKA Sofia (Bulgária)/BATE Borisov (Bielorrússia)-B36 Tórshavn (Ilhas Faroé)/TNS (País de Gales)