O mercado automóvel caiu, entre janeiro e agosto, 41,2%, face ao mesmo período de 2019, com 110.764 novos veículos em circulação, segundo os dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP) esta terça-feira divulgados.

“o período de janeiro a agosto de 2020, foram colocados em circulação 110.764 novos veículos, o que representou uma diminuição homóloga de 41,2%”, indicou, em comunicado, a ACAP.

Só em agosto, o mercado automóvel português cedeu 8,6% para 14.662 unidades. Por categoria, em agosto, foram matriculados 12.417 automóveis ligeiros de passageiros, o equivalente a uma descida de 0,1% em comparação com igual mês do ano anterior.

No acumulado dos primeiros oito meses 2020, registaram-se 92.474 veículos ligeiros de passageiros matriculados, menos 42% do que no período homólogo. Por sua vez, o mercado de ligeiros de mercadorias totalizou uma queda de 40,5% em agosto, face ao mesmo mês de 2019, para 1.960 unidades matriculadas.

Entre janeiro e agosto, este mercado atingiu 16.111 unidades, ou seja, um retrocesso de 36,7% em comparação com os primeiros oito meses de 2019.

Já o mercado de veículos pesados, que engloba os de passageiros e de mercadorias, alcançou, em agosto, um decréscimo de 7,2% com 285 veículos comercializados.

No acumulado do período de referência, as matriculas deste mercado situaram-se em 2.179 unidades, o equivalente a uma perda de 39,5% relativamente ao que foi registado entre janeiro e agosto de 2019.