Too Much and Never Enough: How My Family Created the World’s Most Dangerous Man, de Mary L. Trump, vai ser publicado em Portugal até ao final do ano pela Porto Editora, foi anunciado esta quinta-feira, durante a apresentação das novidades do grupo editorial.

Editado a 14 de julho nos Estados Unidos da América, a biografia da sobrinha de Donald Trump sobre o Presidente norte-americano e a sua família caiu como uma bomba, fazendo manchete nos jornais. Escrita com base em testemunhos familiares, Too Much and Never Enough traça um retrato de Trump partindo das suas relações pessoais, nomeadamente com o pai e irmão mais velho, Freddy Trump, e defende a tese de que foi a infância marcada pelo abuso emocional por parte de Fred Trump Senior, que “destruiu” o Presidente, incapacitando-o de “desenvolver e experienciar todo o espectro das emoções humanas”.

De acordo com Mary Trump, filha de Freddy Trump, o seu tio sempre procurou agradar ao pai, cuja aprovação era difícil de conseguir. A autora descreve o avô como um “sociopata”, que terá contribuído para que o filho tenha desenvolvido “comportamentos retorcidos”, como o de ver as pessoas apenas pelo seu “aspeto monetário” ou o hábito de “enganar” para conseguir o que quer.

O livro foi baseado nas memórias da autora, nos relatos de outros membros da família e em documentação. Recentemente, o jornal The Washington Post revelou em exclusivo excertos de uma entrevista de Mary Trump com Maryanne Trump Barry, irmã mais velha de Donald Trump e uma das fontes para a sua biografia. Nas gravações, feitas secretamente entre 2018 e 2019, é possível ouvir Maryanne, nove anos mais velha do que o irmão, a acusar Trump de ser falso, de não ter princípios e de ser cruel.

A Porto Editora não revelou a data em que a biografia ficará disponível em português.