No mês de Agosto, foram adquiridos 470 novos veículos eléctricos a bateria e 882 híbridos plug-in (PHEV), colocando o total de modelos recarregáveis nas 1352 unidades. No acumulado do ano, os veículos capazes de armazenar energia a partir da rede eléctrica representam agora 11% do total de modelos transaccionados.

Entre os 100% eléctricos foi a Tesla quem liderou a procura, comercializando 133 automóveis novos, mais do dobro da Renault, a segunda classificada do ranking. Com este desempenho no pico do período de férias, a marca americana saltou para a liderança do mercado português no acumulado de Janeiro a Agosto, com 857 unidades. Um desempenho surpreendente por a Tesla estar concentrada no mercado norte-americano, reservando a “regularização” do mercado europeu, português incluído, para quando a Gigafactory de Berlim iniciar a produção, em 2021.

No ranking dos eléctricos a Renault foi a segunda nas vendas, com 62 unidades, à frente da Peugeot com 55, Nissan com 31 e Hyundai com 21. No acumulado de 2020 a Tesla é primeira, seguida da Nissan com 788 veículos transaccionados e a Renault com 769. Os dois lugares seguintes do top 5 são ocupados pela Peugeot (com 483) e pela Smart (306).

Entre os PHEV, é de destacar o bom desempenho da Mercedes, que colocou no mercado 346 veículos novos, à frente da Volvo, com 176, BMW (141), Porsche (50) e Peugeot (42). No acumulado dos primeiros oito meses do ano, é a Mercedes que lidera, com 1588 veículos PHEV, à frente da BMW (1354), Volvo (1115), Peugeot (283) e Porsche (263).