Um elemento da Guarda Nacional da Tunísia morreu este domingo na sequência de um ataque em Sousse, no leste do país, adiantou hoje o porta-voz das autoridades tunisinas, que estão a analisar o caso como um ato “terrorista”.

“Uma patrulha de dois oficiais da Guarda Nacional foi vítima de um ataque com faca no centro de Sousse. Um deles caiu como mártir e o outro, ferido, está hospitalizado”, afirmou Houcem Eddine Jebabli, em declarações à agência France Presse.

Segundo o porta-voz, as forças de segurança eliminaram os três “terroristas” responsáveis pelo ataque, depois de, inicialmente, as informações avançadas não confirmarem se correspondiam aos elementos envolvidos no ataque.

“Numa troca de tiros, três terroristas foram mortos”, resumiu Houcem Eddine Jebabli.