O incêndio no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros (PNSAC), em Porto de Mós, que se reativou esta terça-feira de manhã, foi dado como em resolução cerca das 15h, segundo informação da Proteção Civil.

Pelas 15h35, de acordo com a página da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), mantinham-se no PNSAC, em Serro Ventoso, no concelho de Porto de Mós, distrito de Leiria, 166 operacionais e 43 viaturas, apoiados por dois meios aéreos.

Segundo a ANEPC, um incêndio está em resolução quando não tem perigo de propagação para além do perímetro já atingido.

As chamas, que eclodiram na madrugada de domingo, às 1h49, em zona de povoamento florestal e de difícil acesso para operacionais apeados, chegaram a ser dominadas na segunda-feira, pelas 19h50, altura em que este incêndio entrou, pela primeira vez, em fase de resolução.

No entanto, pelas 10h31 desta terça-feira, ocorreu um reacendimento que originou uma frente ativa, de acordo com fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Leiria.

Até segunda-feira ao final do dia, o incêndio de Porto de Mós tinha provocado seis feridos ligeiros, cinco operacionais e um civil, que foram assistidos no local.

Notícia atualizada às 15h55 do dia 8 de setembro com a informação de que o incêndio está em resolução.