Pelo menos oito corpos foram resgatados esta terça-feira numa mina de mármore no Paquistão, elevando para 16 o número de mortos após um desabamento ocorrido no local, situado no noroeste do Paquistão, disseram as autoridades paquistanesas.

As equipas de resgate usaram máquinas pesadas para retirarem os corpos dos mineiros dos escombros, de acordo com as autoridades. Estima-se que 30 mineiros carregavam mármore em camiões na segunda-feira quando enormes pedras caíram sobre os homens, numa mina no distrito de Mohmand, perto da fronteira com o Afeganistão. Os primeiros oito corpos foram retirados no mesmo dia, enquanto outros oito foram recuperados esta terça-feira , declarou Khateer Ahmad, responsável pelo serviço de emergência estatal. Khateer Ahmad disse que ainda havia mais mineiros presos sob as enormes pedras.

De acordo com o ministro do Trabalho da província, Shaukat Yousafzai, o desmoronamento também feriu nove mineiros.

A causa do desmoronamento ainda não é conhecida. Entre os residentes locais especula-se que explosivos foram detonados para extrair o mármore, provocando um deslizamento de rochas. No entanto, as autoridades disseram que uma investigação ainda está a decorrer para determinar a causa do desmoronamento.