O jogo de apostas ‘Placard’, da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, comemora esta quarta-feira cinco anos, com um valor total pago em prémios de cerca de quase 1,7 mil milhões de euros, segundo dados avançados à agência Lusa. Desde o seu lançamento, o Placard registou 615.266.533 apostas e atribuiu 1.685.261.214 euros em prémios, adiantam os dados Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

O valor do maior prémio atribuído foi de 35.068,65 euros, no dia 13 de maio de 2018, e o jogo com maior número de apostas foi a final de Liga dos Campeões 2019/2020, no passado dia 23 de agosto, entre o PSG e o Bayern Munique, com 1.208.537 euros, superando assim a Final do Europeu 2016 (Portugal-França) com 1.083.623 de euros. Os dados indicam que o valor médio da aposta é de cinco euros.

Fazendo um balanço dos cinco anos deste jogo de apostas, o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Edmundo Martinho, afirmou à agência Lusa que o ‘Placard’ se afirmou não apenas no domínio dos jogos sociais, que “é o seu papel número um”, mas sobretudo como “um instrumento muito poderoso do apoio ao desporto”.

Ao jogarem, os apostadores podem eventualmente “ganhar dinheiro”, mas também “apoiar todas as iniciativas que têm a ver com desporto”.

Para o provedor, o ‘Placard’ veio preencher uma lacuna nos jogos oferecidos pela Santa Casa. O Totobola tem uma relação apenas com o futebol e o Placard veio permitir que “a Santa Casa esteja na linha da frente” na oferta de novas formas de jogar. O ‘Placard’ é patrocinador principal da liga de basquetebol, de futsal, de andebol e da Taça de Portugal de Futebol.