Mais de 80% dos portugueses consideram que Marcelo Rebelo de Sousa deve recandidatar-se a Presidente da República, segundo um estudo da Eurosondagem que dá ao PS uma vantagem de 10,3 pontos percentuais sobre o PSD.

Questionados se Marcelo “deve recandidatar-se” a Belém nas eleições de janeiro do próximo ano, 80,4% dos inquiridos dizem que “sim”, 10% acham que “não” e 9,6% têm dúvidas ou não sabem/querem responder.

O estudo da Eurosondagem para o semanário Sol e o Porto Canal colocou aos entrevistados uma pergunta sobre o plano do consultor do Governo António Costa Silva para a recuperação económica de Portugal após a crise económica e social gerada pela pandemia da covid-19. Na resposta, 72% considera ser “bom”, 11,1% “mau” e 16,9% tem dúvidas, não sabe/quer responder.

Quanto às expectativas económicas e sociais para o “futuro próximo”, 55,5% dos entrevistados esperam “muitas dificuldades”, 25% aguarda só “dificuldades” e 4,8% preveem que “vai ser igual ao ano passado”, enquanto 14,7% não sabem/querem responder.

Quanto às intenções de voto para as legislativas, o PS continua a liderar com 38,5% e mais 10,3 pontos percentuais que o PSD, o qual recolhe 28,2%.

O BE alcança 8,3%, a CDU 5,8%, o Chega 4,5%, o PAN 3,3%, o CDS-PP 2,5% e a Iniciativa Liberal 1%.

O estudo da Eurosondagem foi realizado entre o segunda e quinta-feira através de 1.022 entrevistas telefónicas validadas para fixos e móveis e tem um erro máximo de 3,07% para um grau de probabilidade de 95%.