José Apolinário será o primeiro: já foi tornado público que o ainda secretário de Estado das Pescas vai ser o candidato do PS nas eleições do próximo 14 de outubro para a presidência da Comissão de Coordenação Regional do Algarve.

A ele dever-se-ão seguir outros secretários de Estado, naquela a que o Público desta terça-feira chama uma “remodelação iminente” no Governo — e que terá sido iniciada justamente depois de ser decidida a saída do algarvio, ex-presidente da Câmara de Faro. Conta o jornal que nessa altura, há cerca de um mês, António Costa fez uma ronda por todos os ministérios a perguntar se mais alguém quereria sair. Alberto Souto de Miranda terá sido um dos que disse “eu”.

Banco de Fomento arranca em outubro com o “capital e os recursos necessários”

O secretário de Estado das Comunicações e adjunto do ministro das Infraestruturas (que também foi presidente da Câmara de Aveiro, administrador não executivo da Caixa Geral de Depósitos e vice-presidente da Anacom, a Autoridade Nacional de Comunicações) deverá deixar o Governo para ocupar um cargo no novo Banco Português de Fomento.

Ana Pinho, desde julho de 2017 secretária de Estado da Habitação, deverá também abandonar o Governo nesta leva, avança o mesmo jornal, sem revelar ainda assim o destino próximo da comissária da Carta Estratégica de Lisboa para as áreas de demografia e habitação durante a presidência de António Costa na autarquia da capital.