Um homem de 61 anos detido sexta-feira na Quinta do Conde, em Sesimbra, pelo homicídio de uma irmã, ficou em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Caxias, confirmou esta segunda-feira à agência Lusa fonte da Polícia Judiciária de Setúbal.

Vários órgãos de comunicação social já tinham avançado nos últimos dias com o crime e com a medida de coação a que o homem teria sido sujeito.

O Correio da Manhã adianta que a família em causa é de nacionalidade iraniana e que o homem terá cometido o crime depois de a irmã lhe ter dado um prazo para sair da casa dela, onde vivia. À Lusa, fonte da PJ disse apenas que o detido, que residia na casa da vítima, é suspeito de ter assassinado a irmã, de 62 anos, na sequência de desavenças familiares.

As autoridades locais foram alertadas pelo marido da vítima ao final da tarde de sexta-feira e, pouco tempo depois, cerca das 21h, conseguiram localizar o suspeito e proceder à detenção.

De acordo com a PJ, o arguido já foi presente a primeiro interrogatório judicial no tribunal de Setúbal, tendo-lhe sido decretada a medida de coação de prisão preventiva. Dado que apresentava alguns ferimentos acabou por ser encaminhado para o Estabelecimento Prisional de Caxias.