Um homem de 46 anos suspeito de ter abusado sexualmente de uma filha da sua companheira, atualmente com 13 anos, no distrito de Portalegre, foi detido pela Polícia Judiciária e o tribunal aplicou-lhe a prisão preventiva.

A Polícia Judiciária (PJ), num comunicado enviado esta quarta-feira, revelou ter identificado e detido o homem através da Unidade Local de Investigação Criminal de Évora.

O suspeito terá começado a abusar sexualmente da enteada quando esta tinha 10 anos.

“Os factos criminosos ocorreram em concelho do distrito de Portalegre, existindo claros indícios de que as práticas sexuais abusivas terão começado no decorrer do ano de 2018, quando a criança tinha 10 anos, tendo o presumível autor aproveitado a circunstância de coabitação”, pode ler-se no comunicado. Segundo a PJ, “inicialmente, o agressor valeu-se da imaturidade própria da vítima”, mas, “quando esta colocou alguma resistência aos abusos”, o homem “constrangeu-a física e psicologicamente para suportar a atividade delituosa”.

Contactada pela agência Lusa, fonte da PJ revelou esta quarta-feira que o detido, já com antecedentes criminais por este tipo de crime, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo­-lhe sido aplicada como medida de coação a prisão preventiva, no Estabelecimento Prisional de Castelo Branco.