O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, passou por uma cirurgia para retirar um cálculo na bexiga e, no momento, encontra-se estável clinicamente sem febre ou dores, segundo comunicado esta sexta-feira divulgado pela assessoria de comunicação do governo.

A nota assinada pelos médicos que realizaram o procedimento, do Hospital Israelita Albert Einstein, localizado na zona sul da cidade de São Paulo, frisou que “o procedimento foi realizado sem intercorrências”, com a duração de uma hora e 30 minutos, e que “o cálculo foi totalmente removido”.

No momento, o paciente encontra-se estável clinicamente, afebril e sem dor”, concluiu a nota.

Jair Bolsonaro foi internado esta sexta-feira, pelas 7h locais (11h em Lisboa) para a retirada de um cálculo (pedra) da bexiga denominado cistolitotripsia endoscópica a laser sob anestesia.

É a sexta vez em dois anos que o chefe de Estado brasileiro realiza um procedimento cirúrgico. Destas, quatro intervenções estão relacionadas com o esfaqueamento de que Bolsonaro foi alvo durante a campanha eleitoral de 2018, em Juiz de Fora, Minas Gerais.

O Presidente brasileiro também fez uma vasectomia em janeiro passado.