Não se conhece o fã da marca italiana que encomendou uma versão tão especial do 812 Superfast, mas sabe-se que é europeu e que pediu um modelo que “possuísse uma estética intemporal e que impressionasse de forma decisiva quem o visse”. Características que estão, à partida, mais do que garantidas.

Denominado Omologata, este é apenas o 10º veículo one-off produzido pela Ferrari nos últimos 10 anos, com base no coupé com motor V12 atmosférico montado à frente. Não foram anunciadas melhorias no 6.5 V12, pelo que se deduz que continuará a debitar 800 cv às 8500 rpm e 718 Nm às 7000 rpm, acoplado a uma caixa automática de dupla embraiagem e sete velocidades. Esta mecânica deverá garantir 340 km/h de velocidade máxima e uma capacidade de ir de 0 a 100 km/h em apenas 2,9 segundos.

7 fotos

Pintado num vermelho conhecido internamente como Rosso Magma, o Omologata exibe uma grelha frontal mais arredondada e novas entradas de ar na zona frontal. Na traseira, três elementos dão nova vida ao vidro posterior, conduzindo a um painel traseiro distinto, mais elegante e agressivo. No interior também há diferenças, mas menos entusiasmantes do que as operadas na carroçaria.

O Omologata necessitou de dois anos até ser dado como concluído. Mas agora que está em condições de ser entregue ao seu orgulhoso proprietário, ficamos com a ideia que, a par de devorar muitas estradas, este novo Ferrari também se irá deliciar com algumas pistas. Além da própria denominação, o facto de o Omologata montar cintos de segurança de quatro apoios, similares aos de competição, alimenta igualmente esta esperança.