Já existe mais do que uma mera luz ao fundo do túnel para o regresso dos adeptos aos estádios de futebol (pelo menos nas competições profissionais): o Santa Clara-Gil Vicente, que se realiza este sábado no Estádio de São Miguel, será o primeiro encontro depois do recomeço das provas que terá assistência nas bancadas, neste caso um total de 1.000 pessoas que de acordo com a primeira proposta apresentada deveriam ficar divididas entre bancada Açores (700) e bancada central (300) mas que podem ter ainda uma outra distribuição apresentada pelas autoridades locais, por forma a utilizar também a bancada norte do recinto e rentabilizar melhor o espaço.

Covid-19. Liga propõe assistência de 1.000 pessoas para jogo entre Santa Clara e Gil Vicente

“A Direção Regional de Saúde aprovou a presença de público no referido, respeitando o limite máximo de 10% da capacidade total do recinto desportivo (1.000 pessoas). Este jogo assumirá um caráter experimental e pretende recuperar o papel pedagógico e de divulgação que o futebol profissional, pela sua notoriedade, pode e quer desempenhar, como a Liga Portugal e as Sociedades Desportivas pedem desde a primeira hora”, anunciou a SAD do conjunto açoriano na tarde desta terça-feira, confirmando a presença de público nas bancadas.

“A Santa Clara Açores, Futebol S.A.D e a Liga Portugal congratulam-se pela decisão tomada pela DRS [Direção Regional da Saúde]. O futebol português tem sido exemplar no processo paulatino de regresso à normalidade possível. Temos total convicção de que este poderá ser um passo histórico para a nossa Sociedade Desportiva, para a Liga Portugal e para o futebol português em geral”, acrescentou o comunicado.

“Aproveitamos ainda para realçar o papel do futebol enquanto fenómeno de coesão social. Mais, aproveitamos para relevar o papel do futebol enquanto veículo de promoção turística da Região Autónoma dos Açores”, referiu ainda a missiva partilhada entre os açorianos e a Liga de Clubes.