Fora

Rua Mouzinho da Silveira, 280, Porto. De terça-feira a sábado, das 10h às 14h e das 15h às 19h

Depois de abrir duas lojas em Lisboa — no Chiado e na Baixa — a Fora rumou à Invicta para inaugurar o primeiro espaço fora da capital. A dois passos da Estação de São Bento, a montra não engana — os óculos são o produto estrela desta marca portuguesa e há novos modelos acabados de chegar. Joker, Believer e Stranger são as novidades da estação, além de novas cores que acabam de fazer aumentar as possibilidades de personalização (ou simplesmente dificultar a vida aos mais indecisos). A costumização (combinar lentes e armações) continua a ser o serviço mais concorrido, embora a Fora também tenha visto crescer a lista de clientes da vertente de ótica. Esta representa atualmente uma fatia de cerca de 20% do negócio, mas os óculos de sol continuam a ser os mais procurados.

© Divulgação

Barracuda Interiors

Rua de São Bento, 396, Lisboa. De terça-feira a sábado, das 10h às 13h e das 15h às 19h

Alexandre Neimann perdeu-se de amores pela Comporta. De tal maneira que, há cerca de dois anos, abriu uma loja de decoração e mobiliário no Carvalhal. Trocou Paris por Portugal e a vida no novo país foi empurrando este designer para a cidade grande. Lisboa é agora a sua casa, durante a maior parte do tempo, e a Rua de São Bento a localização ideal para instalar uma segunda loja. A Barracuda Interiors abriu no início do ano e reúne uma seleção de peças vintage (na maioria móveis e candeeiros europeus da segunda metade do século XX) adequadas a um contexto bem mais citadino, mas também peças de design próprio, resultado das recentes incursões de Neimann pela riqueza da cerâmica alentejana. Esta é, aliás, uma coleção com tendência para crescer. Com o selo Barracuda Edition, o designer quer explorar outras técnicas e regiões do país. Esta será sempre a sua montra.

© Francisco Nogueira

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Be We

Avenida Valbom, 16, Cascais. De segunda-feira a sábado, das 10h às 19h

A ecologia está no centro da nova concept store da vila de Cascais. Da moda aos acessórios de decoração, da perfumaria ao bem-estar, a Be We abriu portas com uma abordagem global de um lifestyle ambientalmente responsável. O comércio justo, o design colaborativo, a durabilidade dos produtos e a proveniências das matérias-primas são critérios tidos em conta numa curadoria de marcas que alia nomes bem conhecidos no mercado português e etiquetas ainda por desvendar. O vestuário de Flávia Aranha, o calçado da Zouri, os sabonetes da Granado ou os impermeáveis da famosa Rains, entre muitos outros produtos, compõem o comité de boas-vindas.

© Ogama Midia

Burberry

Avenida dos Aliados, 107, Porto. De segunda-feira a domingo, das 10h às 20h

O Porto continua a atrair as atenções das marcas de luxo. A mais recente a garantir presença foi a Burberry, que não fez por menos e abriu no imponente número 107 da Avenida dos Aliados. Com 164 anos de história, a marca chega a ser mais antiga do que a própria artéria onde acaba de fazer morada. Projetada à imagem e semelhança da nova estética da marca, a loja ocupa dois andares, numa área total de 375 metros quadrados, e ainda conservou o mármore original que ornamenta a entrada do edifício, datado de 1930. No interior, a herança centenária de Thomas Burberry é revisitada pelo génio criativo de Riccardo Tisci. A marca britânica é a figura de proa, mas não não é a única a protagonizar a renovação da avenida portuense. Além desta, também a italiana Tod’s e a Boutique dos Relógios Plus vieram enriquecer a oferta dos Aliados no setor do luxo.

© Cortesia Burberry

Oh, Maria

Avenida João Crisóstomo, 89, Lisboa. De segunda-feira a sábado, das 10h às 20h

Do confinamento para as Avenidas Novas, esta é a história de uma florista acidental. Maria Figueira é o habilidoso par de mãos por trás dos ramos que começaram por fazer sucesso no Instagram, num dia em que só queria celebrar um aniversário sem grandes folias. As partilhas aguçaram a curiosidade dos seguidores e daí às primeiras encomendas foi um ápice. O negócio cresceu e desconfinado o país, as proporções da Oh, Maria levaram a jovem empresária a procurar um espaço próprio. Agora, de porta aberta para a rua, Maria continua a batizar carinhosamente os seus arranjos com nomes de gente. Há flores frescas, outras secas. De fora fica o plástico, oficialmente banido pela nova florista lisboeta.

© Divulgação

Banema Studio

Rua Coelho da Rocha, 27 C, Lisboa. De terça-feira a sábado, das 10h às 13h e das 14h às 19h

Já lá vai o tempo em que a Banema se dedicava exclusivamente a pavimentos, revestimentos, madeiras e folhas de acabamento. Desde 2018 que o Banema Studio juntou umas quantas novidades a esta equação. Na mira, continuam a estar os interiores, embora com uma oferta de peças de decoração e produtos que piscam o olho ao lifestyle, que acaba de crescer com a abertura da nova loja, em Campo de Ourique. O design é o prato forte, desde os pequenos móveis e peças utilitárias desenhadas por Souto de Moura e Siza Vieira à Foekje Fleur, a divertida marca holandesa que produz peças tão improváveis como raladores de sabonetes e jarras com formas de embalagens. A estas propostas juntam-se as tapeçarias do Slowdown Studio, o estacionário da dinamarquesa Hay, as publicações da Gestalten, entre muitos outros chamarizes para as compras de Natal. De portas abertas há menos de um mês, o espaço reserva ainda uma área para formações e workshops.

© Francisco Nogueira