O britânico Geraint Thomas abandonou esta terça-feira a Volta a Itália em bicicleta, antes do início da quarta etapa, em consequência de uma queda sofrida na véspera, anunciou a equipa Ineos.

Thomas, vencedor da Volta a França de 2018, era um dos favoritos ao triunfo no Giro, mas uma queda antes da partida real da terceira etapa, para a qual arrancou na terceira posição, ditou que perdesse mais de 10 minutos na subida ao Monte Etna, onde terminou a tirada de segunda-feira.

Os testes efetuados esta terça-feira de manhã, antes da partida da quarta etapa, revelaram que Thomas tinha uma fratura na pélvis.

É tão frustrante. Trabalhei tanto para esta corrida. Fiz tudo o que podia e sentia-me em tão boa forma, senão melhor, do que quando ganhei o Tour. Sentia-me realmente bem. Por isso, terminar assim é doloroso”, lamentou.

O britânico ocupava a 53.ª posição na geral, a 11.17 minutos do líder, o português João Almeida (Deceuninck-QuickStep).