Morreu o ator, realizador e produtor Clark Middleton, que participou em séries como Twin Peaks, The Blacklist, Lei e Ordem ou em filmes como Kill Bill Volume 2 ou Sin City. Tinha 63 anos e morreu no domingo, em casa, depois de ter sido infetado com o vírus do Nilo Ocidental.

Segundo o site Variety, a notícia foi confirmada pela mulher do ator: “Com o coração pesado anunciamos a morte de uma vida merecedora de celebração: Clark Tinsley Middleton, 63 — amado ator, escritor, realizador, professor, herói, marido, amigo”.

“Clark morreu no dia 4 de outubro como resultado do vírus do Nilo Ocidental, para o qual não há cura. Era uma alma linda que passou a vida a desafiar limites e a lutar por pessoas com deficiência”, escreveu ainda a mulher Elissa, em comunicado.

Middleton foi diagnosticado com artrite reumatoide aos 4 anos de idade, e era o porta-voz da Fundação Artrite. Começou sua carreira como ator em 1983, num episódio de “American Playhouse”, tendo participado nos mais variados projetos de televisão, cinema e teatro. Recentemente, dava vida a Glen Carter em “The Blacklist”, e em 2017, na reedição de Twin Peaks de David Lynch fez de Charlie.

No cinema trabalhou com realizadores como Quentin Tarantino, Ang Lee (Taking Woodstock), Bong Joon Ho (Snowpiercer) e Frank Miler e Robert Rodriguez em Sin City. Os seus créditos constam ainda do filme vencedor de Óscar Birdman.