A mais recente sondagem da NBC News/SurveyMonkey sobre a pandemia nos Estados Unidos da América mostra que os norte-americanos continuam preocupados com o novo coronavírus.

Realizada entre 28 de setembro e 4 de outubro, apanhando o período de internamento de Donald Trump e publicada esta terça-feira, um dia depois de o Presidente ter tido alta e ter apelado à população para que não tenha medo e não se deixe dominar pela Covid-19, a sondagem revela que 65% dos inquiridos teme que alguém da sua família seja infetado com o vírus.

Dos 65% que admitiram alguma preocupação, 32% disse estar muito preocupado e 33% moderadamente preocupado. Apesar de significativa, a percentagem total representa uma queda de 5% em relação à primeira semana em que a NBC realizou esta mesma sondagem, entre os dias 29 de junho e 6 de julho. Nesse período, foram 70% os norte-americanos que admiram estarem preocupados com a pandemia.

Trump já regressou à Casa Branca e tirou a máscara: “Não deixem que o coronavírus vos domine. Não tenham medo”

Os últimos dias da sondagem, realizada a 50.146 norte-americanos selecionados a partir dos 2 milhões que diariamente utilizam a plataforma da SurveyMonkey, coincidiram com o internamento de Trump, que esteve de sexta a esta segunda-feira no hospital militar Walter Reed, em Washington D.C., mas a doença do Presidente parece ter tido pouco impacto na forma como os norte-americanos avaliam a forma como tem lidado com a pandemia, que permanece negativa.

Apenas 27% dos inquiridos declararam aprovar fortemente a postura de Trump, contra os 44% que disseram desaprovar totalmente. Houve ainda 17% que afirmou aprovar ligeiramente as medidas tomadas pelo Presidente nos últimos meses e 9% que disse desaprovar de alguma forma o que tem sido feito.

De acordo com a NBC, estes números mostram que a aprovação de Donald Trump junto da população pouco mudou desde inícios de julho.