“You know, who gives a fuck about Christmas stuff and decoration?”

A figura elegante mas discreta da primeira-dama norte-americana em público parece contrastar com aquilo que faz e diz em privado, de acordo com a gravação de 2018 não autorizada divulgada pela CNN. Melania Trump queixa-se da falta de valorização do seu trabalho com as decorações de Natal e mostra dúvidas sobre as histórias dos migrantes que atravessam a fronteira com o México.

Enquanto Melania se dedicava ao planeamento do Natal de 2018 — na altura da gravação —, as pessoas à sua volta pareciam mais preocupadas com as crianças migrantes separadas dos pais na fronteira do que com o esforço da primeira-dama no trabalho que estava a desenvolver. Segundo a gravação não autorizada da conselheira Stephanie Winston Wolkoff, esta situação terá deixado a mulher do Presidente realmente chateada.

“Give me a fucking break.”

Ainda antes desta gravação, a primeira-dama visitou um abrigo para crianças na fronteira do Texas com o México, mas o casaco que usava foi muito criticado pela mensagem que tinha escrita, lembra o jornal The New York Times: “I really don’t care. Do U?” (“Na verdade não me ralo. E vocês?”).

First Lady Melania Trump Visits Immigrant Detention Center On U.S. Border

Melania Trump, com o casaco polémico, depois da visita ao abrigo em junho de 2018 — Chip Somodevilla/Getty Images

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Melania disse que a mensagem era para os opositores de Trump, mas as gravações agora divulgadas mostram que a posição da primeira-dama é muito mais próxima da do marido. Para Melania, as mães e crianças que dizem ter sido alvo de violência no país de origem estariam a mentir só para conseguirem melhores condições nos EUA.

As gravações foram reveladas por Stephanie Winston Wolkoff, antiga amiga e a primeira pessoa recrutada pela primeira dama depois de chegar à Casa Branca. A mistura da relação pessoal fez com que a amizade terminasse.

A organizadora de eventos decidiu, então, publicar a atribulada relação das duas amigas: “Melania and Me: The Rise and Fall of My Friendship with the First Lady” (“Melania e eu: Ascensão e queda da minha amizade com a primeira-dama”), publicado em setembro. No livro conta, por exemplo, como as duas se organizaram para bloquear Ivanka, a filha e conselheira do Presidente dos Estados Unidos, e como Melania se parece muito mais com Donald Trump do que se poderia supor.

A chefe de gabinete de Melania Trump, Stephanie Grisham, criticou a antiga conselheira pela divulgação de uma conversa feita em confidência e diz que o objetivo de Stephanie Winston Wolkoff é aumentar as receitas com o livro recém publicado.