O Imamat Ismaili, instituição liderada pelo príncipe Aga Khan, adquiriu esta semana por 13,5 milhões de euros o Palacete Leitão, em Lisboa, junto ao terreno onde vai ser edificada a futura sede mundial, disse à Lusa fonte do organismo.

De acordo com fonte oficial da instituição, para o imóvel está previsto um projeto de reabilitação ainda não orçamentado.

O Palacete Leitão, na rua Marquês de Fronteira, ocupa o terreno contíguo à futura sede mundial do Imamat Ismaili e deverá acolher uma parte dos serviços que ali vão ser instalados.

Com a nova aquisição concretizada esta semana, referiu a fonte, o Imamat Ismaili pretende reforçar investimentos em Portugal projetando já o alargamento da futura sede mundial que está a ser instalada no Palácio Mendonça, edifício histórico, atualmente alvo de uma intervenção de recuperação e reabilitação. Os dois edifícios vizinhos vão permitir uma maior concentração dos serviços da instituição e das suas agências internacionais naquela zona de Lisboa. A instalação em Portugal da sede do Imamat Ismaili foi consagrada através de um acordo, estabelecido em 2015, entre o Estado português e o Imamat Ismaili.

A Câmara Municipal de Lisboa e a Direção-Geral do Património Cultural aprovaram a aquisição ao não exercerem o direito de preferência no negócio.

O edifício, de 1904, foi desenhado por Nicola Bigaglia, arquiteto, aguarelista e modelador veneziano que se radicou em Portugal, devendo o nome ao primeiro proprietário, o joalheiro José Pinto Leitão.

Através da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento (AKDN), o Imamat Ismaili é responsável por projetos de desenvolvimento social e cultural em todo o mundo, com o objetivo global de melhorar a qualidade de vida das populações.

Os ismailis são uma comunidade shia com mais de 15 milhões de pessoas, étnica e linguisticamente diversificada, residente em vários países do mundo. Na Europa, Portugal regista uma das maiores concentrações de muçulmanos ismailis com uma comunidade de 10 mil pessoas.

O Inamat é a instituição ou gabinete do imã dos muçulmanos shia ismaili.