A nova grelha da BMW, grande e vertical, tem estado rodeada de alguma polémica. Isto leva a marca germânica a continuar a investir na sua promoção, talvez por acreditar que, se os potenciais clientes a virem muitas vezes, vão acabar por habituar-se à ideia.

Os BMW M3 e M4 são essencialmente a versão desportiva do Série 3, com carroçaria de quatro e duas portas, respectivamente. Durante muitos anos, o M3 foi o desportivo mais acessível do construtor alemão, propondo acelerações muito respeitáveis, um comportamento exemplar e, ainda assim, um espaço interior ao nível de uma berlina familiar. Foi este cocktail próximo da perfeição que tornou o desportivo tão popular, estatuto que ainda hoje mantém, pelo que não é de estranhar que tenha sido ele o escolhido para estrear a nova frente controversa.

9 fotos

Os novos M3 e o M4 montam um 3.0 com seis cilindros em linha sobrealimentado, capaz de debitar 480 cv na versão normal e 510 cv na Performance. No vídeo, a BMW afirma que o M4 é mais rápido e o M3 é mais divertido, o que é curioso, pois ambos anunciam 250 km/h (290 km/h com o pack M Driver) e 3,9 segundos de 0-100 km/h na versão Performance. Em matéria de comportamento, ambos os modelos partilham o comprimento, distância entre eixos e até largura de vias, existindo apenas uma diferença de 4 cm na altura e devido à maior volumetria interior.