A Direção-Geral das Artes (DGArtes) abriu o programa de apoio em parceria Arte e Saúde Mental, com uma dotação de 300 mil euros, segundo aviso publicado esta segunda-feira em Diário da República.

O aviso, datado de 08 de outubro e publicado esta segunda-feira, refere que o programa “foi fixado por despacho da Ministra da Cultura”, no dia 07.

A abertura do programa acontece um mês depois do previsto pela Declaração Anual da DGArtes, e refere apenas o montante previsto, que reitera o que já tinha sido divulgado nesse documento global da instituição.

O programa abrange todas as áreas artísticas e, segundo a Declaração Anual da DGArtes, pretende “promover o desenvolvimento de projetos artísticos com artistas com doença mental”.

A parceria para o desenvolvimento deste Programa é celebrada com a P28 – Associação de Desenvolvimento Criativo e Artístico, responsável pelo projeto Manicómio”.

Arte e Saúde Mental é o segundo de três programas de apoio em parceria a abrir este ano, estando ainda por lançar a linha destinada a Criação, Programação e Desenvolvimento de Públicos, que estava igualmente prevista para setembro, também com uma dotação de 300 mil euros.