A Câmara de Miranda do Douro decidiu fornecer transporte gratuito a todos os doentes oncológicos que residam naquele concelho do distrito de Bragança, disse esta segunda-feira à Lusa o presidente da câmara.

“Os doentes oncológicos confrontavam-se, muitas vezes, com muitas dificuldades em chegar ao Instituto Português de Oncologia para ter uma consulta ou realizarem exames médicos” concretizou Artur Nunes.

A autarquia, em articulação com as suas Associações Humanitárias dos Bombeiros Voluntários de Miranda e de Sendim, vão agora articular procedimentos para fazer o transporte da forma mais rápida e cómoda para todos os doentes oncológicos daquele concelho. “Os doentes, por norma, são encaminhados para os centros oncológicos do Porto e Vila Real mas, em alguns casos, poderão ser encaminhados para Coimbra ou Lisboa, o que são grandes distâncias em qualquer caso”, vincou o autarca transmontano.

A verba a alocar a este serviço ainda não foi definida porque, segundo o autarca, “é preciso perceber o número de doentes oncológicos existente e os quilómetros a percorrer”.

“Muitas vezes, este transporte é diário e outras vezes semanal. Precisamos de perceber tudo isto nesta fase inicial e, para termos esses números, temos de articular o serviço com o Centro de Saúde local”, indicou Artur Nunes.

“Até ao final do ano vamos ter o orçamento necessário para podermos, desta forma, atribuir a verba necessária às duas corporações de bombeiros do concelho”, concluiu o autarca.