Simpli Coffee & Bakery

Largo da Anunciada, 18, Lisboa. 960 184 117. Das 9h às 17h (fecha domingo). Preço médio: 6€ por pessoa

Para quem quiser celebrar o dia mundial do pão com uma novidade: sabia que esta sexta-feira, 16 de outubro, celebra-se o dia mundial do pão? O elemento base de quase todas as dietas do mundo tem vindo a ganhar novo destaque à conta da febre da fermentação lenta/massa mãe e é precisamente por isso que a cadeia portuguesa de cafés de especialidade Simpli Coffee & Bakery se atirou de cabeça a reforçar a sua oferta com este tipo de produtos — e uma casa nova. Fica em Lisboa, colada à Avenida da Liberdade, a mais recente sucursal deste Simpli cuja estreia recente coincidiu com o alargamento da gama de pães de fermentação lenta que começaram a comercializar, sendo essa família composta por: Pão de Trigo, Integral, Multicereais, Centeio de mistura, Focaccias, Ciabattas e algumas “surpresas” que vão variando com o tempo. A par disto, claro, há também o café de especialidade servido com todo o rigor que merece, uma boa oferta de pastelaria e um apanhado de refeições leves e pequenos almoços. É só escolher.

A nova casa da Simpli tem uma acolhedora esplanada para que se possa sentir mais à vontade ao aqui passar para beber um café e comer qualquer coisa. D.R.

“Vintage PUB – A memória das farmácias”

Museu da Farmácia, Rua Marechal Saldanha, 1, Lisboa. 213 400 688. Das 10h às 19h. Grátis

Para quem quer recordar outros tempos: se pensarmos bem, a publicidade marca muitas etapas da vida de todos nós — que atire a primeira pedra quem não sabe pelo menos um jingle ou slogan de cor — e é com isso em mente que o Museu da Farmácia em Lisboa organizou a exposição “Vintage PUB – A memória das farmácias”, um apanhado de anúncios antigos, todos eles de alguma forma ligados ao universo farmacêutico. Os anúncios serão repartidos em quatro grupos: “Corpos Sãos”, “Pelas Crianças”, “De Bom Humor” e “Nunca Esquecidos”, divisória que procura não só organizar a exposição, como é óbvio, mas também valorizar a estética, as histórias e lembranças por detrás de cada um. Esta exposição nasce de uma parceria com o Arquivo  Histórico das Farmácias e estará disponível até dia 31 de janeiro de 2021.

Anúncios deste género é o que vai poder encontrar na nova exposição temporária do Museu da Farmácia, em Lisboa. D.R.

Festival Internacional de Marionetas do Porto

Várias localizações, Porto. Até domingo, 18 de outubro. www.2020.fimp.pt. Vários preços

Para quem gosta de ver bonecos a ganhar vida: espetáculos de marionetas não têm de ser coisa de miúdos e a prova disso é o sucesso do Festival Internacional de Marionetas do Porto (FIMP), evento que já vai na sua 31ª edição e continua a espalhar-se pela Invicta com o mesmo fulgor de outros tempos — nem a pandemia o travou. Este fim de semana acontecem os últimos dias de programação e servem estas palavras de aviso para que não deixe escapar espetáculos como “Uma Coisa Longínqua”, do Teatro do Ferro e do compositor Carlos Guedes (quinta-feira, 21h, Campo Alegre); ” Lilliput” (16, 17 e 18 de outubro, no Teatro Campo Alegre), espetáculo para famílias e escolas de Ainhoa Vidal, artista espanhola a residir em Portugal; ou até o vencedor da 4ª edição da Bolsa de Criação Isabel Alves Costa, “Fibra” (17 e 18 de outubro, no Rivoli), de Filipe Moreira e Lola Sousa. Consulte a programação completa e tome note dos pormenores sobre preços e horários e divirta-se.

Espetáculos de marionetas não têm de ser sinónimo de programa de crianças. D.R.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Brunch vínico do Terroir Restaurante

Rua dos Fanqueiros, 186, Lisboa. 218 873 823. Domingos, das 13h às 19h (restaurante funciona quarta e quinta das 18h às 23h; sexta e sábado das 12h30 às 23h). Preço por pessoa 25€, 28€ e 35€

Para quem gosta de um bom vinho com o seu brunch: mora em plena Baixa Pombalina um dos mais recentes projetos gastronómicos da capital, o Terroir Restaurante. Num espaço onde domina um frondoso balcão de mármore brilha a comida criativa do chef Miguel Vaz que nos é apresentada num simpático menu de degustação onde moram as saborosas “bola de Berlim” de bacalhau e pão a vapor de tinta de choco e mexilhão, por exemplo. A par disto — e dos saborosos cocktails vínicos que aqui se preparam — há ainda os novos brunches, também eles vínicos (o vinho tem um papel importante nesta casa), que têm como base pratos tradicionalmente servidos neste tipo de refeições mas apresentados de forma renovada pelas mãos do chef: não faltarão ovos, a bolas de Berlim e outras sugestões… só apresentadas de forma diferente. A par disso, cada semana haverá um produtor vínico diferente a apresentar o seu trabalho (um espumante, um branco e um tinto). Reserve com antecedência e acompanhe as novidades desta cozinha sazonal aqui.

Brands For Good

Rua Miguel Bombarda, 285 (Porto). Segunda a sábado, das 11h às 19h. 934 337 703

Para quem quer comprar português e sustentável: o Centro Comercial Miguel Bombarda inaugurou uma loja com cinco marcas portuguesas que desenvolvem peças sustentáveis, produzidas com materiais ecológicos. É o caso da roupa da Maaris, com peças feitas à mão maioritariamente em linho e cujos tecidos que sobram são reaproveitados para fazer acessórios, ou o vestuário da B Simples, onde as fibras confortáveis e as linhas minimalistas marcam o design da marca. Conte ainda com as malas e mochilas da Maria Maleta, reversíveis e com diferentes cores e texturas, e o calçado vegan, feito com plástico recolhido nas praias portugueses, da Zouri. Nestas quatro paredes vai poder também conhecer as criações sem género da designer portuense Elleonor, que das camisas aos brincos, passando pelas meias e ilustrações, a cor e a filosofia upcycling dão nas vistas.

Roupa, acessórios e calçado. Nesta loja, o seu armário é amigo do ambiente e 100% nacional

A Arte do Falso

Centro de Congressos da Alfândega, Rua Nova da Alfandega (Miragaia). Terça a sexta-feira, das 10h às 18h; sábados e domingos, das 10h às 19h. Entrada gratuita.

Para quem quer quadros falsificados e apreendidos pela polícia: a comemorar os seus 75 anos, a Diretoria  do Norte da Polícia Judiciária inaugurou uma exposição de mais de 200 quadros falsificados e apreendidos nos últimos 15 anos. A mostra reúne obras contrafeitas de nomes famosos como Picasso, Júlio Pomar, Cesariny, Malangatana ou Amadeo Souza Cardoso, mas também objetos insólitos que revelam toda a genialidade dos criminosos. Entre falsificações de notas, guarda-chuvas que se transformam em armas, a quadros expostos em leilões de galerias de arte que tinham passado pelo crivo de especialistas, a exposição tem ainda um espaço dedicado aos mais novos, onde podem colher impressões digitais e compará-las em diferentes superfícies.

Prepare-se para uma viagem entre as obras de arte e os objetos falsificados e apreendidos pela Polícia Judiciária

Passa Palavra Oeiras 2020

Centro Histórico de Oeiras. De quinta-feira a domingo. www.festivalpassapalavra.pt. Entrada grátis.

Para quem gosta de contar e ouvir histórias: diz-se que é a falar que nos entendemos e é por isso mesmo que há três anos consecutivos a plataforma de divulgação cultural Gerador organiza o festival “Passa Palavra”, evento que se debruça sobre o storytelling e as várias formas que essa arte pode assumir — da mais simples leitura de um conto infantil a um concerto de spoken word, por exemplo. Apesar de estarmos em ano de pandemia a organização não deixou de lado este evento e adaptou-o aos tempos peculiares que vivemos: o festival deixou de se concentrar na Fábrica da Pólvora e mudou-se para o centro histórico de Oeiras. Entre os próximos dias 15 e 18 de outubro vai poder calcorrear esta zona antiga e participar em Jantares Narrados, leituras de contos infantis e muita animação de rua, tudo para ver in loco ou em streaming. O cartaz é tão extenso que o melhor é mesmo consultar aqui tudo o que vai acontecer — isto para que não deixe nada por experimentar.

Em 2019 o Passa a palavra aconteceu na Fábrica da Pólvora e agora mudou-se para o centro histórico de Oeiras. D.R.

“Nunca mais é sábado” é uma rubrica que reúne as melhores sugestões para aproveitar o fim de semana.