O lar do Centro Social Beneméritos, em Póvoa de Rio de Moinhos, no concelho de Castelo Branco, tem entre utentes, funcionários e prestadores de serviço, 29 infetados com o novo coronavírus, que provoca a Covid-19, foi esta quinta-feira anunciado.

Os números são preocupantes. Estamos sensibilizados para a situação e estamos a articular todos os meios para que não tomem proporções mais elevadas. Todos nós estamos preocupados. Esta Instituição de Solidariedade Social (IPSS) irá dar todos os esclarecimentos aos familiares dos utentes”, afirmou esta quinta-feira o presidente da Câmara de Castelo Branco, José Augusto Alves.

“Temos que ter serenidade e confiança nas instituições”, apelou o autarca, que falava numa conferência de imprensa convocada de urgência para divulgar a situação.

Vinte e dois utentes, cinco funcionários e uma médica e uma enfermeira que prestam ali serviço testaram positivo para o SARS-CoV-2, vírus da Covid-19, e nove utentes testaram negativo, adiantou.

Os utentes que testaram negativos vão ser submetidos a novo teste amanhã [sexta-feira]. Dos utentes que testaram positivo, 21 estão na instituição separados dos nove que testaram negativo e há um utente internado no Hospital Amato Lusitano (HAL)”, em Castelo Branco. “Está a ser feita com o apoio [dos ser viços] da saúde e da Segurança Social”, afirmou.

O surto foi detetado há dois dias, quando um utente se deslocou ao Hospital Amato Lusitano e o teste deu positivo para o SARS-CoV-2, tendo ficado internado. Posteriormente, os restantes utentes e os funcionários da instituição foram testados, sendo que os resultados foram conhecidos no final do dia de quarta-feira.

José Augusto Alves sublinhou a importância e a necessidade das pessoas cumprirem as normas e regras básicas definidas pelas autoridades de saúde.

Já sobre a Escola Básica da Quinta da Granja, em Castelo Branco, encerrada na quarta-feira — depois de a Unidade de Saúde Pública ter decretado isolamento profilático a professores e funcionários durante 14 dias –, o autarca disse que vai reabrir na próxima segunda-feira, “com outros professores e outros funcionários”.