O Conselho Nacional de Saúde Pública irá reunir-se esta sexta-feira com o Governo, o que não acontecia há mais de seis meses. A notícia é avançada esta terça-feira pelo Público, que cita o Ministério da Saúde. De acordo com o jornal, a reunião está marcada para as 15h do dia 23 de outubro e será feita por videoconferência. No encontro será analisada a “situação epidemiológica atual e a implementação de medidas de saúde pública”, lê-se no Público.

Este órgão consultivo do Governo no âmbito da prevenção e do controlo das doenças transmissíveis, que conta com várias personalidades de diversas áreas, não se reunia com o Executivo desde março, altura em que se avaliou o encerramento ou não das escolas.

“Consenso” tirado a ferros no Conselho de Saúde Pública fez Costa procurar apoio político para fechar escolas

A convocatória torna-se conhecida depois de, no domingo,  a líder do Bloco de Esquerda ter criticado o facto de não haver encontros entre o Governo e o Conselho Nacional de Saúde Pública desde março, sublinhando a necessidade de se criar um conselho científico permanente e independente para dar resposta à pandemia.

“Portugal precisa de ter, como há noutros países, uma dimensão de aconselhamento científico e técnico, permanente e contínuo, do Governo que estude o que se está a passar e que permita uma resposta integrada”, afirmou Catarina Martins.

Covid-19. BE propõe criação de conselho científico permanente e independente

Já Jorge Torgal, membro e porta-voz deste Conselho, referira em setembro à rádio Observador que o conselho apenas se reunira duas vezes.

Jorge Torgal: “Eu não falo com o Ministério nem com a ministra. Conselho de Saúde Pública reuniu duas vezes”

Esta segunda-feira, desta vez à TSF, Jorge Torgal considerou que não são necessários mais encontros: “Não estamos em nenhuma situação alarmante. Preocupante, sim, mas não alarmante. A evolução da epidemia está a seguir o seu curso normal. A capacidade de resposta dos serviços clínicos está de acordo com a que era esperada.”