O Benfica vai recorrer da interdição por um jogo do Estádio da Luz, por apoio a claques não legalizadas, imposto pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), disse esta terça-feira à Lusa fonte oficial do clube.

De acordo com a mesma fonte, o emblema “encarnado” vai apresentar uma providência cautelar sobre esta sanção, referente à receção ao Gil Vicente [vitória por do Benfica por 1-0], da 22.ª jornada da I Liga, em 24 de fevereiro, e recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD). O recurso para o TAD tem efeito suspensivo da pena de interdição do recinto lisboeta, assim como da multa associada, de 10.200 euros.