Cinco pessoas ficaram esta quarta-feira desalojadas depois de a derrocada de um prédio devoluto ter atingido as suas habitações, no centro da cidade de Silves, no Algarve, disse à Lusa fonte da Câmara Municipal.

Contactada pela Lusa, a fonte do Gabinete de Comunicação do município especificou que as cinco pessoas pertencem a duas famílias e que a derrocada do imóvel de dois andares, devoluto há vários anos, ocorreu ao início da manhã. Segundo a fonte, uma pessoa que se encontrava na sala de uma das duas casas afetadas sofreu ferimentos ligeiros, tendo sido encaminhada para o hospital de Portimão.

A derrocada atingiu também um veículo que se encontrava estacionado nas imediações do imóvel, no centro histórico da cidade de Silves, no distrito de Faro.

A mesma fonte adiantou que os desalojados “foram realojados temporariamente em casa de familiares”, estando os serviços municipais de Proteção Civil a proceder à peritagem dos imóveis atingidos e à [avaliação da] dimensão dos danos”.

As pessoas foram acolhidas temporariamente em casa de familiares, estando a autarquia a acompanhar a situação e a prestar o apoio necessário”, adiantou.

De acordo com fonte do Centro Distrital de Proteção Civil (CDOS) de Faro, a derrocada “poderá ter sido originada pela chuva e vento que afetaram a região na terça-feira”.

Nas operações de socorro estiveram envolvidos 11 operacionais dos bombeiros de Silves, da Proteção Civil Municipal e da Guarda Nacional Republicana.