O governo de Moçambique vai concessionar silos e armazéns de cereais e leguminosas às empresas MozGrain e Agrobusiness, anunciou o porta-voz do Conselho de Ministros, Filimão Suaze, no final da reunião de terça-feira.

As empresas venceram um concurso lançado pelo executivo moçambicano e a última reunião do governo autorizou o ministro da Indústria e Comércio, Carlos Mesquita, a conduzir a negociação e assinatura dos contratos.

A MozGrain vai ter a seu cargo os silos por reabilitar em Gorongosa, Nhamatanda, Lichinga, Mugema e Ulónguè e um silo por construir em Milange. A empresa Agrobusiness vai explorar o silo de Malema, por reabilitar, e os complexos de Iapala e Cuamba, silos ainda por construir.

A concessão inclui a operação e gestão dos complexos de silos e armazéns.

As concessionárias foram escolhidas num concurso em que participaram também a Trevo Moçambique, a Sociedade do Niassa e a AgroNorte.