O Hospital de Aveiro vai aumentar o espaço disponível para internar doentes com Covid-19, com a transferência do Hospital de Dia para Águeda e da Unidade de Tratamento da Dor para Estarreja, foi esta quinta-feira anunciado.

De acordo com um comunicado esta quinta-feira difundido pela administração do Centro Hospitalar do Baixo Vouga (CHBV), que gere os hospitais de Aveiro, Águeda e Estarreja, a partir de segunda-feira, “o Hospital de Dia Polivalente vai passar a funcionar, integralmente, no Hospital de Águeda”.

No mesmo comunicado aquela entidade informa que a Unidade de Tratamento da Dor passou, na terça-feira, para o Hospital de Estarreja.

Surgem estas deslocações como forma de garantir a segurança máxima da prestação de cuidados a doentes, particularmente suscetíveis, numa altura em que é necessário redimensionar os espaços do Hospital de Aveiro, de forma a garantir resposta à crescente procura de cuidados por parte de doentes com Covid-19″, justifica.

A deslocação do Hospital de Dia e da Unidade de Tratamento da Dor, atualmente a funcionar no 5.º andar do Hospital de Aveiro, vai permitir aumentar as camas integralmente dedicadas a doentes infetados com o novo coronavírus, que provoca a doença Covid-19.

Segundo o conselho de administração do CHBV, a mudança “exigiu um grande planeamento logístico e organizacional, uma vez que todos os tratamentos em sede de Hospital de Dia, entre eles as sessões e quimioterapia, vão passar a ser realizados em Águeda, num espaço autónomo do principal núcleo hospitalar, confortável e seguro”.

A administração hospitalar refere ainda que as deslocações “são temporárias, mas necessárias, não só para permitir aumentar a capacidade de resposta aos doentes Covid-19, mas, sobretudo, para garantir a maior segurança dos circuitos dos doentes imunodeprimidos, designadamente das pessoas com doença oncológica”.