Os Serviços Meteorológicos e Geofísicos de Macau (SMG) elevaram esta sexta-feira o alerta de tempestade tropical para o sinal 3, prevendo-se que continue em vigor durante a manhã.

Às 08h00 [01h00 em Lisboa], o tufão Saudel estava a cerca de 510 quilómetros a sudeste, em direção à ilha de Hainão, a sul da China, à velocidade de dez quilómetros por hora (km/h), indicaram.

De acordo com os SMG, o sinal 3 deverá continuar em vigor durante a manhã, esperando que o vento na região se intensifique, mas a probabilidade de emitir o sinal 8 é, de momento, baixa.

“O vento sustentável em Macau já está ou espera-se que atinja valores entre 41 km/h e 61 km/h, acompanhado com rajadas de cerca de 110 km/h”, referiram.

A escala de alerta de tempestades tropicais é formada pelos sinais 1, 3, 8, 9 e 10, que são emitidos tendo em conta a proximidade da tempestade e a intensidade dos ventos.

Para este ano, os SMG tinham previsto a ocorrência de quatro a seis tempestades tropicais no território, com a época de tufões a terminar “no final de setembro”.

Desde 2017, três tufões obrigaram as autoridades a emitir o alerta máximo, com o último (Higos) a atingir Macau em agosto deste ano.

Em setembro de 2018, o Mangkhut provocou 40 feridos e inundações graves no território, onde o sinal máximo de tempestade tropical esteve içado várias horas.

Um ano antes, o tufão Hato (posteriormente denominado de Yamaneko pelas autoridades locais), considerado o pior em mais de 50 anos a atingir o território, causou dez mortos e 240 feridos.