As buscas para encontrar o turista alemão que desapareceu no mar do norte da Madeira foram retomadas no domingo de manhã por via marítima e terrestre, numa operação coordenada pela Capitania do Porto do Funchal que começou na quinta-feira.

“Na ação do dia de hoje está empenhada no mar uma embarcação da Estação Salva-Vidas do Funchal, com elementos do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN), e o navio da Marinha portuguesa NRP Auriga”, refere a Capitania, em comunicado.

Nas buscas por terra participam a Polícia Marítima e os Bombeiros Voluntários de Santana, com apoio de um ‘drone’. O turista alemão, de 24 anos, encontrava-se acompanhado pelo irmão, quando caiu ao mar na zona do cais de São Jorge, concelho de Santana, e não conseguiu regressar a terra pelos próprios meios, pelo que está dado como desaparecido. O irmão foi também arrastado por uma onda, mas foi resgatado com vida pelas equipas de socorro, que receberam o alerta cerca das 15:45 de quinta-feira, 22 de outubro.

A agitação marítima que se faz sentir no mar do norte da Madeira tem dificultado a operação de busca.