O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, manifestou esta segunda-feira o seu pesar pela morte do vice-presidente do parlamento alemão, o Bundestag, Thomas Oppermann, antigo ministro de vários governos e líder parlamentar dos sociais-democratas germânicos.

Na mensagem que enviou ao presidente do Bundestag, Wolfgang Schäuble, Ferro Rodrigues diz que foi com “choque e consternação” que tomou conhecimento “do súbito falecimento” de Thomas Oppermann, aos 66 anos.

“Com uma longa carreira política, que remonta aos anos 80, Thomas Oppermann foi membro do parlamento da Baixa Saxónia entre 1990 e 2005, tendo servido, entre 1998 e 2003, como ministro de Estado para a Ciência e Cultura” em vários governos, um dos quais liderado pelo antigo primeiro-ministro Gerhard Schröder”, aponta o presidente da Assembleia da República.

Ferro Rodrigues refere ainda que Thomas Oppermann esteve também “quatro anos na liderança do grupo parlamentar do SPD [sociais-democratas alemães], sendo recordado pelos seus pares, da mesma área política e de campos opostos, pelas suas muitas qualidades e pelos serviços que prestou ao país e à democracia”.

“Em meu nome e em nome da Assembleia da República, endereço à família enlutada as mais sentidas condolências, bem como a nossa solidariedade ao Bundestag da República Federal da Alemanha”, acrescenta Eduardo Ferro Rodrigues na sua nota.