A unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste informou esta segunda-feira que teve de alterar as datas vacinação contra a gripe em alguns concelhos do distrito de Bragança devido ao aumento da procura e atrasos dos laboratórios na entrega.

Equipas de enfermagem dos centros de saúde da região estão, este ano, a deslocar-se às aldeias para vacinarem os idosos e grupos de risco, mas alguns presidentes de junta do concelho de Bragança queixaram-se de que foram adiadas as marcações feitas para esta segunda e para terça-feira.

A ULS do Nordeste confirmou, em comunicado, que houve alterações em alguns concelhos do distrito de Bragança, ressalvando que “mantém a campanha de vacinação contra a gripe sazonal” e que está “prevista a comunicação das novas datas às juntas de freguesia com a maior brevidade possível”.

A entidade responsável pela saúde na região justifica as alterações com “o aumento significativo da afluência da população à toma da vacina e na sequência do atraso na entrega, por parte do laboratório da indústria farmacêutica, de um dos lotes da vacina pedidos pela ULS do Nordeste”.

Aquela entidade afiança que estão “a ser desenvolvidos todos os esforços no sentido de prosseguir com a campanha de vacinação no distrito de Bragança” e que “a vacina contra a gripe sazonal será administrada a todos os utentes que manifestaram ou venham a manifestar essa vontade, quer nas aldeias, quer nos Centros de Saúde”.